Filha, me, av
Rodolfo Lopes


E aqui sempre... uma nova vida, um ser que se impe, que clama ateno, surge! A mulher ento torna-se deusa da criao, o sustentculo da vida, de nossa permanncia aqui na terra. O novo ser leva, em si, nossa marca, o DNA do pai, da me que nos faz permanecer, aqui, para sempre mesmo quando o momento, da partida, o ocaso, vem para nos levar... ao infinito, ao fim. ... um ser que nasceu. A filha tornou-se em MULHER e em me. Quem era me... virou av. Milagre da vida: trs geraes presentes aqui: Filha, me e av. o tempo seguindo seu rumo, a vida seguindo em frente, o caminhar avanando, evoluindo sempre para chegar um dia l. Minha homenagem mulher que av, que j foi me e agora o pela segunda vez, depois de ter sido apenas filha. Minha homenagem especial me do momento, de todos os momentos, que um dia tambm j foi filha, e que agora conheceu a grandeza de ser me, que teve o privilgio de gestar um novo ser, de ser, portanto, deusa da criao. Minha homenagem tambm filha. Recm nascida, criana, jovem, adolescente, adulta que ainda no foi me mas que poder vir a s-la porque essa uma prerrogativa s delas, das mulheres. ____________________________________________________

 
Mensagens
 
 
Edna Silva (26/12/2009) 06:36:47
silva.edna@gmail.com
Itajub/MG/Brazil
Que delicadeza, que primor! Que forma mais sbia de engrandecer a mulher.
-------------------------------------

(16/6/2013) 07:36:22



-------------------------------------

(16/6/2013) 07:36:24



-------------------------------------

(7/3/2014) 06:34:49



-------------------------------------

(6/9/2014) 11:56:43



-------------------------------------

(13/12/2015) 03:41:50



-------------------------------------

(13/12/2015) 03:41:51



-------------------------------------

(13/12/2015) 03:41:54



-------------------------------------

 

 
Quer comentar?
 
 
 
Nome: 
Email: 
Cidade: 
Mensagem: